Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Consumo, logo existo! e os 10 mandamentos da Bíblia do consumo...


TER OU NÃO TER, EIS A QUESTÃO!

Antes o "ser" determinava o consumo, agora o consumo determina quem somos.
Somos vítimas de uma sociedade que pune quem não tem "o"  sapato, "a" bolsa, "o" creme, "a" maquiagem, "a" roupa, e pior ainda, quem não tem o peito, a bunda, a cintura... tudo está à venda e parcelado em 20 vezes (inclusive aquele peitinho lindo de silicone modelo pêra). Não consumir é pecado mortal!
E quem não se "enquadra" neste padrão está fora, excluído, out, over, mal falado, mal amado, mal tudo...
Ninguém está imune à doença do consumo, eu mesmo me incluo nesta panela, mas graças a Deus meus instintos de sobrevivência  $$$ freiam meus impulsos de consumo desvairado, não faço loucuras de amor por um sapato, nem me endivido até a nona geração por uma bolsa.
Alguém já parou para pensar quem criou este padrão, e quem ganha com isto? e o pior, quem perde? e pior ainda, o que perde?

Mas a indústria tem a SOLUÇÃO PARA TODOS OS MALES!!!!!!!!
angústia? depressão? stress?  shopping, shopping, shopping...

cadê a auto estima que tava aqui? o gato, digo, indústria comeu...
cadê a industria? tá fazendo novas vítimas...
cadê as novas vítimas? estão na fila para comprar...
cadê a fila? tá aqui, tá ali, tá acolá...

O consumo é teu pastor e nenhuma grife te faltará...

Os 10 mandamentos da bíblia do consumo:

1o - Amar as grifes sobre todas as coisas
2o - Não invocará os nomes das grifes em vão
3o - Guardar domingos para provar tudo que comprou
4o - Honrar a indústria e as grifes
5o - Não matar o cartão de crédito
6o - Não pecar contra o consumo, não economizar
7o - Não roubar, você pode comprar e parcelar em até 20 x
8o - Não levantar falso testemunho, compre e fale bem para todo mundo comprar também
9o - Não desejar a bolsa da próxima, compre a sua
10o - Não cobiçar as coisas alheias, você pode ter tudo.

Me diga o que consomes e te direi quem és...


Sugiro a leitura de 2 excelentes blogs que comentaram este assunto:
http://donnanina.blogspot.com/
http://dechanelnalaje.wordpress.com



11 comentários:

  1. PERFEITOOOO!!! Excelente post!
    Tão triste ver que é assim que vivemos hoje em dia, até para um emprego a "boa aparência "- e não estou falando de coisas etnicas- é necessária, vc TEM que estar bem vestido para conseguir o emprego - falo isso por experiência própria, entrevistei 3 gurias e eu gostei da que estava - segundo minha chefe - brega, mas o currículo dela era FANTÁSTICO, mas não foi aceita, por causa disso...ela preferiu contratar uma que estava muito bem arrumada e maquiada, mas que possuia um currículo que não serve...
    Que raiva disso...é cansativo pois os valores foram trocados...eu tenho tentado mesmo não entrar nessa oinsanidade, tenho pedido discernimento a Deus e sabedoria para não ser mais uma na multidão vazia de alma, mas de closet bombando...rs
    E o pior, eu trabalho com isso, mas ando beeem cansada...

    ResponderExcluir
  2. Você não é a primeira pessoa que trabalha com isso que diz que está cansada... esta overdose que está acontecendo está deixando as pessoas de bom senso assustadas mesmo.

    ResponderExcluir
  3. E onde fica a cultura nisso tudo? E a família? E o auxílio ao próximo? Em lugar algum! Simplesmente não sobra tempo. Não dá pra ler um bom livro. Passar um período de folga com o filho nem pensar! Esse tempo parece ter se tornado "crucial" para mais uma comprinha. Ou então, pra fazer uma horinha extra e ganhar mais alguns trocados pra completar a vigésima nona prestação da "bolsa".
    E, depois de tudo, o que sobra é uma estranha sensação de que algo está no lugar errado...

    ResponderExcluir
  4. Caraca, vc disse tudo e mais um tanto, é isso ai não podia dizer melhor, somos escravos do consumo desinfreado e o pior é que realmente ganhamos pouco com isso o grau de satisfação
    é inversamente proporcional a duração, logo passa e a depressão volta. amei. vc é o máximo.

    ResponderExcluir
  5. Meninas, adorei os comentários de vcs, complementaram perfeitamente o post. Obrigada! Bjussss

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post!!!
    Pois é, sobre a solidão, acho que todos nós precisamos e até gostamos dela, para nos acharmos interiormente!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Hehehe brilhante e divertido.
    Sim, até a "sonhada" forma física pode ser adquirida. É um sonho ilusório e construído, já que o tal "padrão de beleza" é apenas uma construção de nossa sociedade e é inatingivel (oi, photoshop!).

    Eu sou como você, não consumo pelo instinto de sobrevivência. Estou construindo minha vida, tenho alguns objetivos para meu futuro próximo e preciso me conter. Fora que se a gente pensar com lógica, a "bolsa que todo mundo DEVE ter" no fundo não tem importância nenhuma.

    Beijinhos
    Samantha

    ResponderExcluir
  8. É triste, mas é a realidade... exigem que estejamos impecáveis 24 horas por dia... cabelo, unha,corpo, roupa, sapato, bolsa... não podemos relaxar um minuto... somos julgados o tempo inteiro. Somos aceitos nesta sociedade não pelo que somos, mas pelo que temos. Triste!

    ResponderExcluir
  9. Sinara ... estou me sentindo um monstro.
    Eu naum me sinto só ... minhas bolsas sempre me acompanham e me completam.
    Eu naum me sinto perdida ... meu GPS, meu Macbook, meu Ipad e meu Moleskine sempre me levam aos lugares certos.
    Eu naum me sinto triste ... olho para os diamantes e vejo brilho na vida.
    Eu naum me sinto uma escrava da moda ... eu gosto do barulhinho do POS aprovando meu cartão ...
    Nossa Senhora Balenciaga que me proteja, mas vc acha que minha alma já está perdida?????!!!!!
    bjoooooooooo

    ResponderExcluir
  10. Olá! Si lindissima!
    seu blog é lindo adorei esse post!
    estou te seguindo p/ ficar mais pertinho de vc!
    bjinhus

    ResponderExcluir
  11. Oi Sinara!
    Nossa, adorei seu texto! Hoje, somos todas cada dia mais escravas do consumo...
    Ah, ja esta anotada sua sugestao;) Adoro sugestao das leitorass...e se tiver alguma dúvida específica, é so me mandar, ok;)

    Bjinhosss

    ResponderExcluir

Adoro saber o que você pensa!

Logo abaixo, se você não tiver um blog, escolha a identidade:
"ANONIMO".

Beijusss e aguardo sua visita!