Pesquisar este blog

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Montmatre... um bairro de Paris que evoca maravilhosas lembranças...


O que é o silêncio?
Será o silêncio uma ausência? um nada? uma falta? um vazio?
Acho que é muito pelo contrário... o silêncio é o excesso,
é o muito de nós mesmos...
é no silêncio que nossos fantasmas internos gritam
Por isso tememos o silêncio e fugimos dele...
O silêncio possui todas as palavras e tem tantas vozes
e cores... o silêncio tem o cheiro do nosso
corpo inteiro
o silêncio não mente, mas se ressente
por isso ansiamos por palavras, sons,
que muitas vezes não nos dizem nada
mas nos impedem de ouvir o que
o silêncio quer comunicar.
Deixemos que o silêncio se apresente e nos encante
para que possamos senti-lo na alma e vivê-lo no coração.

Lembrei de um aluno que tive na faculdade, ele disse que nunca
ficava no silêncio absoluto, sempre ligava algo que emitisse algum som...
lembro bem das palavras dele:
"professora, meu silêncio é tão barulhento que não consigo suportar,
dói demais"

Nunca mais vi este aluno... gostaria de saber se ele já
perdeu o medo de ouvir o silêncio.

3 comentários:

  1. Tb não sei se é "normal" AMAR o silêncio como eu amo... me entrego às minhas próprias vozes e barulhos e encontro TANTA COISA... eu amo! De verdade!

    ResponderExcluir
  2. Laris, tá vendo como temos tanta coisa em comum? rs

    ResponderExcluir
  3. Luzinete J Santos20 de abril de 2010 00:06

    O silêncio pra mim é uma excelente companhia, nele encontro respostas, alento, lembranças, umas boas outras nem tanto, mas que me fazem refletir, reviver, as vezes é nostalgico e como no ócio é criativo, mas as vezes, é assustador, ensurdecedor.

    ResponderExcluir

Adoro saber o que você pensa!

Logo abaixo, se você não tiver um blog, escolha a identidade:
"ANONIMO".

Beijusss e aguardo sua visita!