Pesquisar este blog

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Estátuas no Jardim de Versailles


Realmente eu e Audrey temos muuuita coisa em comum
além da elegância, do "chalme" (humrumtá...),
além de sermos fãs da Mari
Melo... claro que se Audrey estivesse viva ela ia ser fã
da Mari!!!!!
Mas gostar de gente que me faz rir é quase um vício!
dá vontade de colar na pessoa, é gostoso demais
rir até não aguentar mais, até perder o fôlego...
e começar tudo de novo...
até bater aquele desespero porque a gente não consegue
mais parar de rir!
Mas o legal mesmo é conseguir rir de si mesmo,
afinal como disse Oscar Wilde, a vida é muito
importante para ser levada  a sério...
Proponho um exercício: na próxima vez que algo
te chatear, ache graça, ria, pode até dar uma
gargalhada discreta,  claro, nada que chame muito a atenção
pode ser uma risadinha discreta
tipo a da Fafá de Belém...brincadeirinha hein!
senão vão achar que você enlouqueceu
e este não é o propósito...
o propósito é somente ser feliz
Não posso deixar de lembrar do Frejah
foi ele quem disse que rir é bom
mas rir de tudo é desespero...
Será? o que abunda pode prejudicar?
na dúvida, um pouco de moderação
não faz mal a ninguém...



Adoro ser capixaba, afinal só a gente "poca" de rir... 

4 comentários:

  1. Nem sempre, mas QUASE SEMPRE essa máxima se aplica: Rir pode ser o melhor remédio! Bom teste, Si! Tô sempre em exercício! Rsrsrs
    Beijos!

    OBS: Esse seu cantinho tá uma delícia!

    ResponderExcluir
  2. Laris, vc me faz rir todos os dias! adoro!

    ResponderExcluir
  3. Mercilene Malacarne17 de abril de 2010 22:14

    Querida prima, que maravilha saber dessa filósofa, poetiza, pensadora... tudo de lindo!, que há em voc~e. Que maravilha poder te conhecer um pouquinho mais, já que infelizmente nos afastamos há tanto tempo e não tivemos o prazer de estarmos juntas: eu, você e a Vanessa. Mas estou encantada e feliz com seus textos, e, nem adianta, serei agora o seu carrapatinho. Estarei aqui sempre que entrar na "rede" - em qualquer uma, seja a de balanço, seja a que nos envolve e nos faz esquecer o tempo lá fora!
    Um grande e admirado beijo pra você e que Deus e Nossa Senhora te ilumine todos os dias para que nos envie essas lindas mensagens.
    Mercy

    ResponderExcluir
  4. Prima, lindas palavras... realmente é uma pena morarmos tão longe, engraçado que quando éramos pequenas a distância era a mesma, e nos víamos com tanta frequencia, né? depois crescemos e parece que a distância também cresceu... Bjusss e quero te ver sempre aqui.

    ResponderExcluir

Adoro saber o que você pensa!

Logo abaixo, se você não tiver um blog, escolha a identidade:
"ANONIMO".

Beijusss e aguardo sua visita!